domingo, 2 de enero de 2011

Uma Espanha sem fumaça


Finalmente (e me expresso assim porque sou nao-fumante), entrou em vigor a nova lei anti-fumo na Espanha. A proibição passou a valer à meia-noite deste domingo, 1 de janeiro de 2011.

Durante todos estes anos morando na Espanha, pude comprovar que o país sofre seriamente de tabagismo.  Nao pela quantidade de fumantes  (mais de 70 por cento da população da Espanha não fuma), mas pela obsessao que os fumantes espanhóis tem por esta "droga" que provoca uma morte a cada 10 minutos no país (Fonte: Jornal ABC).

O vicio pelo cigarro é tanto, que eu ja testemunhei situaçoes inacreditáveis, vou citar algumas (com foto), para quem nao acreditar !!:


1. É normal você passar pela porta de um hospital em qualquer cidade espanhola e ver pacientes vestidos com o pijama do hospital,  segurando a garrafinha de soro, enquanto dá umas tragadas no cigarro,


2. Cansei de ver em bares muitas maes fumando com seus bebês de poucos meses no colo. Sem contar a infinidade de grávidas fumando nas ruas. Um estudo recente realizado pela Asociación Española contra el Cancer, revelou que das 625 mulheres grávidas que se trataram no Hospital Materno de Malaga em 2010,   42% eram fumantes, e 60% destas mulheres continuaram fumando durante a gravidez.  


3. Um dos hábitos mais asqueroros e mais mal-educados que eu ja presenciei na Espanha foi compartir uma mesa de restaurante com amigos fumantes, que sem o minimo pudor, acenderam seus cigarros DURANTE o almoço. É um habito extremamente comum na Espanha.

4. Outro exemplo de como o cigarro contamina qualquer esfera social espanhola. A minha professora da academia, uma mulher esportiva, sarada e disciplinada, tem o hábito de fumar entre uma aula de ginástica e outra !!! (este exemplo nao tem foto, porque nao ia dar certo :)


5. E para terminar por aqui, porque a lista é extensa, é lamentável  perceber na rua a quantidade de jovens que já fumam com pose de veteranos. É uma nova geraçao de fumante que surge, mas que felizmente, encontrará cada vez menos espaço para fumar.

A nova lei anti-tabaco espanhola é revolucionária. É uma das mais rigorosas da Europa, banindo o fumo em estabelecimentos públicos e espaços abertos, como áreas de recreação infantil e ao lado de hospitais. As multas por infringir a lei podem variar de 30 euros a 600 mil euros.

Com tanto fumante espalhado no país, esta lei nao deixou de provocar polêmica. Os fumantes estao taxando esta lei de ditatorial, porque proibe o seu "sagrado" direito de fumar (esquecem que os nao-fumantes também tem  o direito de respirar). Donos de bares e restaurantes temem que a proibição do fumo em locais públicos  será um golpe ao comércio e agravará a crise econômica. A Federação Espanhola de Hotelaria estima que a nova lei provocará a perda de 350 mil empregos -o desemprego no país já chega a 20 por cento-, pois muitos espanhóis ficarão em casa em vez de evitar o cigarro enquanto tomam um café ou uma cerveja no bar.

Eu tomo a palavra da Ministra da Saúde, Leire Pajin que afirmou que: "Mais de 70 por cento da população da Espanha não fuma. Portanto, é lógico pensar que estarão mais confortáveis em bares onde não haverá fumaça de tabaco". 


Eu pessoalmente acredito que os bares livres de fumaça se tornarao lugares muito mais apráziveis para toda a familia. Haverá liberdade de entrar com crianças e finalmente poderemos sair de qualquer bar sem aquele cheiro de cigarro nas roupas. Sinceramante, eu achava deprimente entrar em um bar e ver aquela fileira de fumantes sentados em frente ao balcao, empunhando seus cigarros fumegantes. Mas agora, tempos melhores (e menos poluidos) virao !!  

P.S. Daqui ha 1 ano escreverei um post para contar para vocês se esta lei "pegou" ou nao, porque a Espanha pode até ser país de 1º mundo, mas tem algumas leis que (as vezes) nao pegam !

1 comentario:

lovechips dijo...

achei seu blog no "mundo pequeno"
adoro ler historias de brasileiros que moram fora =)
haha, super interessante.
estou te adicionando no meu leitor de feeds pra te acompanhar daqui pra frente.
beijao
patricia